• A Heach
  • Serviços

  • Oportunidades
  • Cursos

  • Vídeos

  • Blog

  • Login

  • Heach Week
  • Carreira Heach



RH em startups – por onde começar?

Pensar no RH em uma startup parece simples, afinal a empresa é pequena e a operação está começando, mas não é bem assim. A gente precisa dar um passo atrás e entender que o RH de uma empresa nova não é feito necessariamente por um profissional da área, mas sim pelos sócios, parceiros ou pessoas da equipe que se familiarizem e gostem do tema. Isso significa que os assuntos de RH tendem a não ficar centralizados em uma única figura/pessoa, os processos são divididos por todos da equipe.

Cada um passa a assumir um papel essencial na construção desta empresa: seja no quesito cultural, seja no desenvolvimento das práticas do dia a dia. É claro que os processos criados no momento inicial não são os mais comuns, nem os mais estudados, nem construídos através de teorias, mas eles funcionam para aquele grupo de pessoas.

O que vale é olhar para cada um e para o negócio, e é nesse ponto que vamos nos focar. Então o que não pode ficar de fora:

– A proximidade da equipe junto aos fundadores é fundamental, para que o olhar sobre pessoas e a construção da cultura estejam bem alinhados com a estratégia de negócio. Isso significa gerar cada vez mais significado para toda equipe sobre o impacto do trabalho de cada um nos resultados e sobre as possibilidades de crescimento tanto profissional, através do conhecimento técnico, quanto pessoal, através das experiências vividas nesta realidade (dá uma olhada no nosso post sobre Team Day, pode ser uma maneira legal de gerar essa proximidade);

– Apesar de difícil, criar um planejamento com relação ao crescimento da equipe é fundamental e isso significa pensar no todo: job description, estrutura da equipe em relação ao negócio, combinados diários sobre como as pessoas atuarão (práticas e processos), criação do onboarding (integração e adaptação dos novos colaboradores), estrutura física (ergonomia, material de escritório, equipamentos) e orçamento (fluxo de caixa, faturamento);

– Por fim, é importante pensar na parte contábil da empresa, principalmente em relação aos impostos incidentes na folha de pagamento e benefícios, que podem variar de acordo com o tipo da sua empresa. Fechar parcerias com contabilidades pode ajudar a evitar erros que prejudiquem a organização.

Se você que está lendo é o responsável pelo RH da sua startup, vale a pena ter em mente que a troca de experiências é importante e pode ajudar durante a construção desta área, então troque figurinhas com outras start ups, converse com outros profissionais de RH e procure materiais de apoio, acessando por exemplo nosso blog.

E não esqueça de ouvir a opinião da sua equipe, afinal eles estão participando deste momento junto com você!


Fonte: Passa no RH - 99Jobs.com

11/05/2016


 

         


 
Heach Recursos Humanos

FALE CONOSCO

Heach Recursos Humanos Heach Recursos Humanos Heach Recursos Humanos Heach Recursos Humanos Heach Recursos Humanos Heach Recursos Humanos